Cassado mandato de deputada que usou verba eleitoral com harmonização facial.

O mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL/AP) foi cassado por desvio de dinheiro da campanha para um procedimento de harmonização facial. A parlamentar nega as acusações.

O julgamento do Tribunal Regional Eleitoral ocorreu na quarta-feira, 19 de junho. 

O caso foi levado ao Ministério Público por Maitê Martins, ex-coordenadora de campanha de Silvia Waiãpi. A então candidata teria usado R$ 9 mil do Fundo de Campanha para pagar o procedimento no dia 29 de agosto de 2022. Maitê Martins teria sido a responsável por fazer o pagamento. 

O dentista que atendeu a parlamentar confirmou ao Ministério Público Eleitoral que fez o serviço e que Maitê Martins realizou as transferências. A acusação mostrou um recibo assinado por ele.

A magistrada Paola dos Santos, que relatou o processo, votou pela condenação. A juíza afirmou que as provas e os depoimentos da assessora e do profissional provam o uso irregular do dinheiro público. 

Silvia Waiãpi afirmou que não esteve na clínica no dia 29 de agosto, só no dia seguinte para gravar um vídeo de apoio à campanha dela. Acrescentou que o recibo é falso e negou que tenha feito qualquer procedimento. 

A defesa da deputada ainda pode entrar com recurso contra a decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte- Radio Agência Nacional - https://agenciabrasil.ebc.com.br/

21/06/2024
Boa tarde 👋

Boas-vindas à Lupa Notícias

Conecte, compartilhe e engaje com comunidade e construa relações.

Por favor, faça o log in se você já é um membro ou cadastre uma conta.